Terça, 12 de dezembro de 201712/12/2017
83 99654-3170
SportNets
CULTURA
Manifestação em defesa da Vaquejada foi realizada em Pombal na manhã desta Terça
Para o STF, através da Ministra Carmen Lúcia, a vaquejada impõe agressão e sofrimento aos animais.
Sertão em Foco Paulista - PB
Postada em 12/10/2016 ás 20h32 - atualizada em 12/10/2016 ás 20h34
Manifestação em defesa da Vaquejada foi realizada em Pombal na manhã desta Terça

Uma Manifestação envolvendo vaqueiros de Pombal e de municípios da região foi realizada na manhã desta terça-feira (11). O momento foi marcado por uma cavalgada pelas principais ruas da cidade para chamar a atenção da sociedade visando o fortalecimento da luta em defesa da permanência da vaquejada como esporte nacional.



A Atividade também aconteceu de forma simultânea em outros municípios do Estado e da região Nordeste contra a decisão do Supremo Tribunal Federal, que definiu o evento como uma prática ilegal. Diante do exposto o ato público realizado de forma pacifica teve a sua concentração no Parque Manoel Arnaud e em seguida percorrendo ruas centrais.



A Movimentação chamou a atenção pela grande quantidade de integrantes, muitos deles conduzindo faixas em defesa da luta.



O fim do festejo significaria um retrocesso à cultura nordestina, principalmente traria vulnerabilidade social para aqueles que sobrevivem da atividade nas mais diversas áreas de prestação de serviço.



A ação foi movida pela Procuradoria-Geral da República (PGR).



Para o STF, através da Ministra Carmen Lúcia, a vaquejada impõe agressão e sofrimento aos animais.



O encerramento da cavalgada aconteceu no terreno do DNIT, localizado em frente ao Terminal Rodoviário “Hermínio Monteiro Neto”.


FONTE: Marcelino Neto
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
413